Dá que pensar

Sem categoria

Que tal desejar um Feliz Natal em todas as…

Desejar o bem ao próximo fica sempre bem, seja em que contexto for, sejamos ou não religiosos.

Se conhecerem alguém no espaço europeu já não têm desculpa para não desejar um Feliz Natal na língua original.

merry-christmas

Aqui fica o nosso desejo de um Feliz Natal a todos os que nos seguem, em especial aqueles que se encontram fora da Europa.

 

Curiosidades

O raio dos putos! – Parte III

Quando pensamos em invenções vem-nos à cabeça a imagem de adultos de bata branca com o cabelo desgrenhado. Acontece que por vezes também as crianças ou adolescentes nos surpreendem com a sua capacidade de inventar e de mudar o mundo. Depois de dar a conhecer alguns ilustres desconhecidos contemporâneos em dois artigos anteriores (Parte I e Parte II), vamos agora dar uma olhadela em inventores de outros tempos que ficaram na história e a quem muito devemos hoje em dia.

Antoine van Leeuwenhoek inventou o microscópio quando tinha 16 anos. Estávamos no século XVII e este holandês trabalhava como aprendiz de alfaiate, mas isto não o impediu de inventar aquilo que se tornaria na primeira lente de microscópio, modificando simplesmente as características técnicas de uma lupa. O microscópio utilizado por Leeuwenhoek para as suas descobertas era constituído por uma lente biconvexa e tinha a capacidade de aumentar a imagem cerca de 200 vezes. A ele é atribuída a descoberta dos microorganismos.

Anthonie van Leeuwenhoek (1632-1723). Natuurkundige te Delft

 

Estávamos no século XVII quando um jovem francês de 16 anos inventou a calculadora mecânica. Blaise Pascal, de seu nome, dedicou três anos da sua vida a esta máquina a que chamou Pascaline. Este inventor haveria ainda de ter enorme influência, entre outras áreas, na Física e na Matemática.

Blaise Pascal

 

Louis Braille ficou cego com apenas três anos, estávamos no início do século XIX. No entanto, não este francês não permitiu que a perda de visão o impedisse de alcançar os seus sonhos e pelo meio inventou o alfabeto braille quando tinha 15 anos. É ainda hoje uma das mais famosas invenções de sempre.

Louis Braille

 

Samuel Colt era um jovem de 15 anos que estudava numa escola em regime de internato, durante a primeira metade do século XIX. Não era muito popular, nem tinha amigos e para piorar só tinha más notas. Como queria dar a volta à situação e ser popular, Samuel começou a brincar com explosivos para fogo-de-artifício e arranjou maneira de encher balas com pólvora e dispará-las depois através de um cilindro rotativo que em inglês se chama «revolver». Pronto, estava inventado o revólver!

Samuel Colt

 

Como acontecia com muitos miúdos americanos do final do século XIX, Chester Greenwood ficou com as orelhas geladas enquanto patinava no gelo num dia muito frio. Apesar de ter atado um cachecol à cabeça para tapar as orelhas Chester não gostou totalmente desta solução e procurou uma outra mais eficaz. Fez uma estrutura de arame e pediu à avó que cosesse a essa estrutura duas pequenas almofadas de pele de castor. Assim nasceu o primeiro protetor de orelhas do mundo, quando Chester tinha apenas 15 anos.

Chester Greenwood patent

 

Frank Epperson inventou o gelado de gelo aos 11 anos um pouco por acaso. Numa noite invernosa de 1905, em São Francisco, Frank esqueceu-se no alpendre de um copo de sumo (mistura de pó tónico com água) com uma colher lá dentro. Graças às baixas temperaturas, pela manhã reparou que o sumo do copo estava congelado e nascia assim o primeiro gelado com pauzinho.

Frank Epperson

 

George Nissen inventou o trampolim quando tinha apenas 16 anos. Ao ver os trapezistas no final das suas exibições que se lançavam para uma rede de segurança, George pensou que seria muito mais divertido se eles pudessem continuar a saltar. A sua invenção resumia-se a uma estrutura de metal com uma lona bem esticada.

George Nissen

 

Nascido no Canadá, Joseph-Armand Bombardier inventou a mota de neve quando tinha 15 anos. Num dos invernos que passava rodeado de muita neve decidiu montar o motor de um velho Ford T sobre uma estrutura metálica assente em dois pares de esquis. Assim nasceu a mota de neve que viria a ser muito importante na altura da Segunda Grande Guerra.

Joseph-Armand Bombardier

Às vezes não damos muito crédito nem muita atenção às ideias dos mais pequenos, mas eles têm uma enorme capacidade de nos surpreender. Raio dos putos!

Curiosidades

O raio dos putos! – Parte II

Na esperança de que haja ainda mais motivação para aqueles que agora começam este ano letivo continuamos esta pequena viagem que começou aqui. Se na primeira parte desta jornada os protagonistas eram meras crianças, desta vez temos adolescentes especiais, mas que na verdade são como quaisquer outros. Desculpas para o fracasso há muitas porque quem quer consegue!

Nem tudo o que move jovens e crianças geniais nas suas ideias tem um fundamento nobre. Quem conhece a história de Mark Zuckerberg, o fundador do Facebook, sabe que os pressupostos não foram os melhores. O mesmo acontece com um rapaz de apenas 12 anos, cujo nome não foi divulgado, que ao que parece é a mente por trás do ataque a vários websites do governo canadiano durante os protestos de estudantes no Quebec, em 2012. Em troca das informações confidenciais recolhidas o grupo Anonymous dava-lhe jogos, algo bastante apreciado por este rapaz.

De acordo com um especialista da polícia, este jovem já ataca websites desde os nove anos e utilizou três tipos de ataques básicos para conseguir aceder aos servidores, alterá-los e encontrar buracos na segurança das bases de dados. As suas ações representam um prejuízo de 60 mil dólares. Perante o tribunal o rapaz considerou-se culpado de todas as acusações.

atacar sites

 

A jovem norte-americana de apenas 14 anos, Trisha Prabh, é uma estudante como qualquer outra, mas criou um software com o objectivo de combater o cyberbulling, esse inimigo tantas vezes presente, mas que ainda assim permanece invisível. O cyberbullying é uma preocupação cada vez maior entre muitos adolescentes, pais e professores.

A forma que temos de combater o cyberbullying passa quase sempre pelo bloqueio de conteúdos, mas Trisha preferiu apostar na psicologia para tentar contornar esta prática. Assim, em vez de bloquear as mensagens com cariz violento, tenta antes evitar a sua publicação.

A área do cérebro responsável por tomar decisões só está completamente formada aos 25 anos. Assente nesta premissa a jovem Trisha desenvolveu um software que questiona os adolescentes antes de publicarem qualquer tipo de conteúdo na internet. Uma pergunta tão simples como: “Esta mensagem pode ser ofensiva. Gostaria de rever e repensar antes de publicar?” tem mudado a vida de muita gente. Esta é a essência do Rethink que conseguiu reduzir em 93% o número de mensagens ofensivas no grupo de teste da sua escola, em Naperville, no estado do Illinois.

O desejo de Trisha é ver o seu software implementado em redes sociais e sites de modo a produzir os mesmos efeitos positivos que conseguiu ao longo da sua experiência. O “Rethink” foi um dos 15 projetos escolhidos pela Feira de Ciência do Google. A ver vamos.

Trisha Prabh

 

Kelvin Doe, ou DJ Focus como gosta de se apresentar, é um miúdo que com apenas 15 anos construiu, entre outras coisas, um gerador eléctrico capaz de fornecer energia a uma casa e um transmissor FM com peças retiradas do lixo, com o qual faz a animação musical da sua comunidade. Isto só por si já seria extraordinário, mas atendendo que a sua origem é a Serra Leoa torna a coisa ainda mais surpreendente dada a falta de recursos.

É um verdadeiro autodidata e usando peças encontradas no lixo construiu alguns aparelhos tecnológicos capazes de melhorar as condições de vida da sua comunidade. Atualmente desenvolve as suas capacidades no MIT e é o participante mais jovem do programa internacional de visitantes desta instituição.

Kelvin Doe

 

Por estes dias o nome Arjun Nair possui já alguma relevância. Este estudante de 16 anos, por incrível que pareça, inovou no combate ao cancro. O facto de ser aluno do ensino secundário não impediu este jovem canadiano de desenvolver um método que permite uma melhor utilização de nanopartículas de ouro para matar células cancerígenas. O método por si desenvolvido permitiu-lhe obter uma distinção, o primeiro prémio do “Sanofi BioGENEius Challenge Canada”, uma competição ao nível escolar para fomentar a investigação científica. Através do seu método, Arjun desenvolveu uma forma de aumentar a eficácia da terapia fototérmica, um método experimental para combater o cancro. Basicamente trata-se de injetar nanopartículas de ouro no doente e devido à acumulação dessas partículas nas células cancerosas é possível posteriormente aquecer as ditas partículas recorrendo a uma emissão de luz e assim elas atacam as células cancerosas. No seu estudo Arjun demonstra como o antibiótico 17-AAG é capaz de fintar as defesas naturais do cancro, aumentando assim a possibilidade de sucesso da terapia fototérmica, uma vez que um dos principais problemas desta terapia é precisamente a capacidade de as células cancerosas se protegerem contra a destruição por calor.

Para chegar a este ponto, Arjun passou dois anos a pesquisar e em 2012 teve permissão para usar as instalações de dois laboratórios da Universidade de Calgary. Teve ainda alguns conselhos dos responsáveis pelas instalações científicas, Simon Trudel e David Cramb, e fez testes para demonstrar a viabilidade da sua terapia. Finalmente, desenvolveu ainda um modelo matemático que permite avaliar comparativamente os dois tratamentos no plano teórico.

Desde muito novo que Arjun participa em competições científicas, apesar de ter gostos muito semelhantes a qualquer outro adolescente.

Arjun Nair

 

De facto, a motivação é algo muito estranho de se perceber. A motivação de Fred Turner, um jovem inglês com apenas 17 anos, prende-se com o simples facto de tentar compreender por que motivo o seu irmão é ruivo e ele não. Para desvendar este assunto que tanto o intrigava criou o seu próprio laboratório genético na cave e tornou-se o Jovem Engenheiro do Ano do Reino Unido.

Já se sabe que os colegas de escola são cruéis e Fred que o diga! Estava sempre a ouvir insinuações acerca do seu irmão, Gus, de que seriam filhos de pais diferentes, exactamente porque um é ruivo e outro não. No entanto, Fred decidiu provar que as diferenças físicas estavam apenas nos genes de cada um. Para fazer um teste genético ao irmão Fred precisava de uma máquina com tecnologia de reação em cadeia da polimerase (PCR, na sigla inglesa). Através desta técnica, é possível seleccionar e ampliar os genes e zonas específicas de amostras de ADN, de forma a serem analisados, sequenciados e testados. Os modelos mais simples custam entre 2300 e 3300 euros, mas Fred não tinha dinheiro para comprar todo o material necessário. Ainda assim deitou mãos à obra e montou o seu próprio laboratório na cave e construiu o seu próprio modelo recorrendo, entre outras coisas, a peças de electrodomésticos velhos.

Depois de construir a máquina conseguiu finalmente analisar o ADN do irmão e provar que a sua cor de cabelo foi causada pela mutação genética do gene MC1R. Graças à sua persistência a fama depressa o encontrou e foi contactado por interessados no seu modelo. Fred pensa agora em comercializar o seu modelo em forma de “kit”, mas o mais importante é que conseguiu acabar com as piadinhas de que era alvo constantemente. Com este seu projeto concorreu à edição de 2013 da “National Science + Engineering Competition” e foi considerado Jovem Engenheiro do Ano no Reino Unido.

FredTurner

Consciente do potencial dos jovens a Google promove uma feira de ciências para jovens entre 13 e 18 anos, a Google Science Fair, onde premeia os melhores projetos na área da ciência que possam contribuir para melhorar o dia-a-dia das pessoas.

O importante é ser persistente e positivo ou como alguém disse: «Nasci careca, nu e sem dentes. O que vier é lucro!» O raio dos putos!

[Continua…]

Bitaites e instigações

A Economia que mata

Até hoje não se conhece um sistema económico perfeito. Pode dizer-se que não há sistema que englobe pessoas que o seja.

Todos os países que adiraram alegremente ao socialismo/comunismo como sistema económico acabaram numa grande barraca. Não me venham falar da China. Parafrasiando os “Homens da Luta”, esses “Dizem-se socialistas, mas não são”.

O Capitalismo parece que resulta, mas não pela Europa. O Capitalismo está a matar literalmente a Europa.

Como pode um sistema económico que se “auto-regula” matar 2 gerações ? Por um lado os idosos, por outra as crianças que ainda não nasceram.

Vivemos numa Europa em que deixou de ter como prioridade cuidar dos doentes e dos que alimentaram sistemas de pensões. Vivemos numa Europa que deixou de cuidar de quem trabalha e impede de ter mais filhos.

Qual é o futuro de um Capitalismo sem pessoas? Provavelmente o sistema é tão bom que se vai auto-regular, mas não será muito útil.

Curiosidades

Bilderberg – 2014

Começou no Hotel Marriott de Copenhaga, na Dinamarca, uma nova edição das reuniões mais exclusivas e secretas. O grupo Bilderberg faz a sua reunião anual tendo na agenda questões como a crise na Ucrânia, o clima anti União Europeia que é transversal um pouco por toda a Europa e um novo acordo comercial transatlântico. Já aqui falámos neste tipo de eventos, mas nunca é de mais voltar ao tema da teoria da conspiração. Coincidência ou não, o partido dinamarquês de extrema-direita conseguiu um grande resultado nas últimas eleições europeias, tendo mesmo duplicado o número de deputados que tinha até agora.

O grupo Bilderberg nega quaisquer ilicitudes e secretismo sobre a sua atividade, mas a verdade é que cria um verdadeiro cenário de filme. Segurança apertada, atiradores em telhados de edifícios, veículos com vidros escurecidos…

Na conferência deste ano estão presentes 140 participantes de 22 países, entre os quais Francisco Pinto Balsemão, responsável pelos convites aos portugueses, o Ministro da Saúde e uma deputada do Parlamento português, assinalados a negro na lista que se segue.

Lista de Convidados da Reunião de 2014

Presidente

FRA, Henri de Castries, Presidente e CEO do Grupo AXA

 

ALE, Paul M. Achleitner, Presidente do Conselho Fiscal do Deutsche Bank AG

ALE, Josef Ackermann, Ex-CEO do Banco Alemão AG

GBR, Marcus Agius, Presidente não-executivo  do PA Consulting Group

FIN, Matti Alahuhta, membro do Conselho KONE, Presidente da Fundação da Universidade Aalto

GBR, Helen Alexander, Presidente da UBM plc

EUA, Keith B. Alexander,  Ex-comandante, Comandante cibernético dos EUA; Ex-Diretor da NSA

EUA,  Roger C. Altman, Presidente executivo da Evercore

FIN,  Matti Apunen, Diretor finlandês da Business and Policy Forum EVA

ALE, Jörg Asmussen, Secretário de Estado do Trabalho e dos Assuntos Sociais

HUN, Gordon Bajnai, ex-Primeiro-Ministro e Líder do Grupo Together 2014

GBR, Edward M. Balls, Chanceler do Tesouro

POR, Francisco Pinto Balsemão, Presidente da Impresa SGPS

FRA, François Baroin, Membro do Parlamento (UMP) e Prefeito de Troyes

FRA, Nicolas Partner Baverez, sócio da Gibson, Dunn & Crutcher LLP

EUA, Nicolas Berggruen, Presidente do Instituto Berggruen sobre Governança

ITA, Franco Bernabè, Presidente do FB Group SRL

DIN, Flemming Besenbacher, Presidente do Grupo Carlsberg

HOL, Ben van Beurden, CEO da Royal Dutch Shell plc

SUE, Carl Bildt, Ministro dos Negócios Estrangeiros

NOR, Svein Richard Brandtzæg, presidente e CEO da Norsk Hydro ASA

INT, Philip M. Breedlove, Comandante Supremo Aliado da Europa

AUS, Oscar Bronner, chefe da Verlagsgesellschaft mbH

SUE, Håkan Buskhe, Presidente e CEO da Saab AB

TUR, Cengiz Candar, Colunista Sénior da Al Monitorar e Radikal

ESP, Juan Luis Cebrián, Presidente Executivo do Grupo PRISA

FRA, Pierre-André de Chalendar, Presidente e CEO da Saint-Gobain

CAN, W. Edmund Clark, Presidente e CEO do Bank Group TD

INT, Benoît Coeuré, Membro do Conselho Executivo do Banco Central Europeu

IRL, Simon Coveney, Ministro da Agricultura da Alimentação e da Marinha

GBR, Cowper-Coles, Conselheiro Sénior da Sherard do Grupo Presidente CEO do grupo HSBC Holdings plc

BEL, Etienne Davignon, Ministro de Estado

EUA, Thomas E. Donilon, sócio Sénior da O’Melveny and Myers e ex-conselheiro da Segurança Nacional dos EUA

ALE, Mathias Döpfner, CEO da Axel Springer SE

GBR, Robert Dudley Chefe do Grupo Executivo do BP plc

FIN, Henrik Ehrnrooth, Presidente da Caverion Corporation, Otava e Pöyry PLC

ITA, John Elkann, Presidente da Fiat SpA

ALE, Thomas Enders, CEO do Grupo Airbus

DIN,  Ulrik Federspiel, Vice-Presidente Executivo da Haldor Topsoe SA

EUA, Martin S. Feldstein, Professor de Economia da Universidade de Harvard e Presidente Emérito da NBER

CAN, Brian Ferguson, Presidente e CEO da Cenovus Energy Inc.

GBR, Douglas J. Flint, Presidente do Grupo HSBC Holdings plc

ESP, José Manuel García-Margallo, Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação

EUA, Michael Gfoeller, Consultor independente

TUR, Nilüfer Göle, Professor de Sociologia da École des Hautes Études en Sciences Sociales

EUA, Evan G. Greenberg, Presidente e CEO do grupo ACE

GBR, Justine Greening, Secretária de Estado para o Desenvolvimento Internacional

HOL, Victor Halberstadt, Professor de Economia da Universidade de Leiden

EUA, Susan Hockfield Presidente Emérita do Instituto de Tecnologia de Massachusetts

NOR, Leif O. Høegh Presidente do Höegh Autoliners AS

NOR, Westye Høegh Conselheiro Sénior do Höegh Autoliners AS

EUA, Reid Hoffman, Co-Fundador e Presidente Executivo do LinkedIn

CHI, Yiping Huang, Professor de Economia da Escola Nacional de Desenvolvimento e da Universidade de Pequim

EUA, Shirley Ann Jackson, Presidente do Rensselaer Polytechnic Institute

EUA, Kenneth M. Jacobs, Presidente e CEO da Lazard

EUA, James A. Johnson, Presidente da Johnson Capital Partners

EUA, Alex Karp, CEO da Palantir Technologies

EUA, Bruce J. Katz, Vice-presidente e Co-Diretor do Programa de Política Metropolitana da The Brookings Institution

CAN, Jason T. Kenney, Ministro do Trabalho e Desenvolvimento Social

GBR, John Kerr, Vice-presidente da Scottish Power

EUA, Henry A. Kissinger, Presidente da Kissinger Associates, Inc.

EUA, Klaus Kleinfeld, Presidente e CEO da Alcoa

TUR, Mustafa Koç, Presidente da Koç Holding AS

DIN, Steffen Kragh, Presidente e CEO da Egmont

EUA, Henry R. Kravis, Co-Presidente e Co-CEO da Kohlberg Kravis Roberts & Co.

EUA, Marie-Josée Kravis, Membro Sénior e Vice-presidente do Instituto Hudson

SUI, André Kudelski, Presidente e CEO do Grupo Kudelski

INT, Christine Lagarde, Diretora do Fundo Monetário Internacional

BEL, Thomas Leysen, Presidente do Conselho de Administração do Grupo KBC

EUA, Cheng Li, Diretor da John L. Thornton China Center e The Brookings Institution

SUE, Tove Lifvendahl, Editora-chefe de Política da Svenska Dagbladet

CHI, He Liu, Ministro do Gabinete do Central Leading Group de Assuntos Econômicos e Financeiros

POR, Paulo Macedo, Ministro da Saúde

FRA, Emmanuel Macron, secretário-geral adjunto da presidência

ITA, Monica Maggioni, Editora chefe da Rainews24, RAI TV

GBR, Peter Mandelson, Presidente da Global Counsel LLP

EUA, Andrew McAfee, principal cientista pesquisaador do Instituto de Tecnologia de Massachusetts

POR, Inês de Medeiros, Deputada do Parlamento e membro do Partido Socialista

GBR, John Micklethwait, Editor-chefe do The Economist

GRE, Alexandra Mitsotaki, Presidente da ActionAid Hellas

ITA, Mario Monti, senador vitalício e presidente da Universidade Bocconi

EUA, Craig J. Mundie, Conselheiro Sénior do CEO da Microsoft Corporation

CAN, Heather Munroe-Blum, Professora de Medicina e Diretora (Presidente) Emérita da Universidade de McGill

EUA, Charles Murray, AWH Brady Scholar,  Instituto American Enterprise de Pesquisa de políticas Públicas

HOL, Princesa Beatriz da Holanda

ESP, Juan María Nin Génova,Vice-presidente e CEO da CaixaBank

FRA, Natalie Nougayrède, Diretora e Editora Executiva da Le Monde

DIN, Søren-Peter Olesen, Professor e Membro do Conselho de Administração da Fundação Carlsberg

FIN, Jorma Ollila, Presidente da Royal Dutch Shell plc e Presidente da Outokumpu Plc

TUR, Umut Oran, Vice-Presidente do Partido Republicano do Povo (CHP)

GBR, George Osborne, Chanceler do Tesouro

FRA, Fleur Pellerin, secretária de Estado para o Comércio Exterior

EUA, Richard N. Perle, membro residente do American Enterprise Institute

EUA, David H. Petraeus, Presidente do KKR Global Institute

CAN, Stephen S. Poloz, Diretor do Banco do Canadá

INT, Anders Fogh Rasmussen, Secretário-geral da NATO

DIN, Jørgen Huno Rasmussen, Presidente do Conselho de Curadores da Fundação Lundbeck

INT, Viviane Reding, Vice-presidente e Comissária para a Justiça, Direitos Fundamentais e Cidadania da Comissão Europeia

EUA, Kasim Reed, Mayor de Atlanta

CAN, Heather M. Reisman, Presidente e CEO da Indigo Books & Music Inc.

NOR, Eivind Reiten, Presidente, Klaveness Marine Holding AS

ALE, Norbert Röttgen, Presidente da Comissão dos Assuntos Externos, da German Bundestag

EUA, Robert E. Rubin, Co-Presidente do Conselho de Relações Exteriores; Ex-secretário do Tesouro

EUA, Eugene Rumer, Associado Sénior e Diretor do Russia and Eurasia Program, Carnegie Endowment for International Peace

NOR, Christian Rynning-Tønnesen, Presidente e CEO da Statkraft AS

HOL, Diederik M.Samsom, Líder Parlamentar PvdA (Partido Trabalhista)

GBR, John Sawers, Chefe do Serviço Secreto de Inteligência

HOL, Paul J. Scheffer, Autor e Professor de Estudos Europeus da Universidade Tilburg

HOL, Edith Schippers, Ministra da Saúde, Bem-Estar e Desporto

EUA, Eric E. Schmidt, Presidente executivo do Google Inc.

AUS, Rudolf Scholten, CEO da Oesterreichische Kontrollbank AG

EUA, Clara Shih, CEO e fundadora da Hearsay Social

FIN, Risto K. Siilasmaa, Presidente do Conselho de Administração e CEO interino da Nokia Corporation

ESP, Rainha da Espanha

EUA, Michael Spence, Professor de Economia da Universidade de Nova York

FIN, Kari Stadigh, Presidente e CEO da Sampo plc

EUA, Lawrence Summers, Professor da Universidade H. Charles W. Eliot e Universidade de Harvard

IRL, Peter D. Sutherland, Presidente da Goldman Sachs International e Representante Especial da ONU para as Migrações

SUE, Carl-Henric Svanberg, Presidente da Volvo AB e BP plc

TUR , A. Ümit Taftalı, Membro do Conselho da Suna e Inan Kiraç Foundation

EUA Peter A. Thiel, Presidente da Thiel Capital

DIN Henrik Topsoe, Presidente da Haldor Topsoe SA

GRE Loukas Tsoukalis, Presidente, Fundação Hellenic for European and Foreign Policy

NOR Jens Ulltveit-Moe, Fundador e CEO da Umoe SA

INT Ahmet Üzümcü, Diretor-Geral da Organização para a Proibição de Armas Químicas

SUI Daniel L.Vasella, Presidente Honorário da Novartis Internacional

FIN Björn Wahlroos, Presidente da Sampo plc

SUE Jacob Wallenberg, Presidente e Investor da AB

SUE, Marcus Wallenberg, Presidente do Conselho de Administração da Skandinaviska Enskilda Banken AB

EUA Kevin M. Warsh,  Distinguished Visiting Fellow e Professor da Universidade Stanford

GBR Martin H. Wolf, comentarista-chefe de economia do The Financial Times

EUA James D. Wolfensohn, Presidente e CEO da Wolfensohn & Company

HOL Gerrit Zalm, Presidente do Conselho de Administração da ABN-AMRO Bank NV

GRE George Zanias, Presidente do Conselho do Banco Nacional da Grécia

EUA Robert B. Zoellick, Presidente do Conselho de Assessores Internacionais do The Goldman Sachs Group

 

Aqui fica o registo da participação lusa:

Agora é só aguardar e ver os que estes senhores decidem fazer com as nossas vidas.